Carrefour – Act for Food


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Semana passada a Food Ventures participou do Whow! Festival de Inovação e pôde conferir o que vem sendo apresentado como inovativo na área de alimentos.

Por lá, a proposta do Carrefour, por exemplo, nos chamou a atenção. Seu projeto, Act for Food, que consiste em um movimento global em prol da boa alimentação, com base no sabor original e na alta qualidade dos alimentos, luta pela possibilidade de levar produtos de qualidade com preços acessíveis a todos.

Veja o manifesto da rede de hipermercados:

“Em outubro de 2018, com o lançamento do movimento global Act For Food, o Grupo Carrefour se propôs um grande desafio: ser o líder mundial da transição alimentar para todos, a começar pelos seus mais de 14 milhões de clientes cadastrados, para os quais tem capacidade de oferecer diariamente e em qualquer lugar uma alimentação saudável a preço justo. Na nova etapa do projeto, anunciada hoje, 01 de julho de 2019, a companhia dá um passo além do discurso. Além de mostrar tudo o que já foi feito na rede de lojas até agora, passa a oferecer serviços que permitem ao consumidor, colocar os novos hábitos à mesa de forma descomplicada, onde e quando ele quiser, rompendo as barreiras da falta de informação e facilitando o acesso aos ingredientes, além de promover e respeitar as regionalidades presente no Brasil.

Como marco da nova fase, o Carrefour lançou a campanha “Todos Merecem o Melhor”. A comunicação, criada pela Publicis Brasil, reforçará o compromisso da rede a fim de permitir que seus clientes consumam alimentos de maior qualidade, seguros, produzidos com responsabilidade socioambiental e a preços acessíveis, por meio de todos os formatos de lojas e canais, valorizando o estilo de vida de cada pessoa.

Um dos destaques da campanha é o “Saudável Pra Todos”, programa comandado pelo Chef Raul Lemos e com exibição nas redes sociais do Carrefour. Toda semana o vice-campeão da segunda temporada do MasterChef Brasil apresentará uma receita saudável que custa até R$ 10 por porção. A intenção é ensinar como colocar as informações sobre alimentação saudável, de forma prática e com receitas acessíveis, no cotidiano das pessoas, adaptando cada uma delas aos hábitos locais e utilizando ingredientes regionais. A estreia oficial do quadro aconteceu com uma live realizada durante o lançamento do novo posicionamento do Act For Food, transmitida pelas redes sociais da companhia.

A campanha inclui ainda um filme-manifesto de noventa segundos com veiculação em TV aberta, filmes de varejo, spots de rádio, mídia digital, OOH e PDV, que propõem uma nova linguagem, a partir de diálogos baseados nas tensões dos clientes em relação à alimentação, para explicar o Act for Food.

Seguindo com o objetivo de facilitar o acesso à informação e de ser um agente de introdução da alimentação saudável como hábito natural na vida dos brasileiros, o Carrefour também anunciou nesta segunda-feira uma nova versão do CyberCook – empresa adquirida recentemente pelo Grupo – que passa a combinar machine learning e inteligência artificial para oferecer recursos voltados à nutrição, busca direcionada conforme o perfil do usuário e até mesmo uma estimativa de custo da porção e da receita completa. As novas funcionalidades ajudam o consumidor a economizar dinheiro, evitar desperdícios e se adequam ao perfil individual do usuário, considerando restrições alimentares, por exemplo.

“O alcance que temos em decorrência de nosso ecossistema, seja pela presença geográfica ou pela gama de serviços omnicanais, nos fortalecerá neste desafio de liderar a transição alimentar para o maior número possível de consumidores, entendendo e respeitando o estilo de vida e perfil de consumo de cada um deles. Nosso objetivo é ampliar a oferta de produtos e práticas mais saudáveis e sustentáveis para cada um de nós e para o planeta, oferecendo serviços e soluções e sendo parceiro do consumidor brasileiro no processo de tornar a alimentação saudável e de qualidade acessível a todos”, destaca Noël Prioux, CEO do Grupo Carrefour Brasil.

O que já foi feito até agora?

As mudanças em prol deste diálogo mais aberto já podem ser conferidas em toda a cadeia produtiva que envolve o negócio. Os Espaços Saudáveis, por exemplo, já foram implantados em 59 hipermercados e estarão presentes em 100% das lojas Carrefour até o final deste ano. No segmento de Marca Própria, a empresa está em plena expansão do seu sortimento, sendo 780 novos produtos entre 2018 e 2019, além de relançar a marca Sabor & Qualidade, focada em produtos de alto padrão, com garantia de qualidade e sustentabilidade desde a origem, mas oferecidos a preços justos. A nova marca conta com 380 itens de 17 cadeias de alimentos, como frutas, carnes bovinas e suínas, presunto serrano, aves, peixes e camarão.

Com o objetivo de se tornar o varejista mais acessível para orgânicos, o Carrefour expandiu seu sortimento em 90% no ano de 2018, sustentando a meta de ampliar as vendas de orgânicos para R$ 500 milhões até 2022, comparada a menos de R$ 50 milhões em 2018, resultado que pode ser potencializado através da aproximação com produtores locais e a criação de ofertas direcionadas pelo programa Meu Carrefour, que já conta com mais de 14 milhões de clientes cadastrados.

Em cumprimento ao compromisso mundial pelo Desmatamento Zero, o Grupo Carrefour Brasil investe no desenvolvimento da pecuária sustentável, através de 450 pequenos produtores do Estado do Mato Grosso, alinhados às políticas Sabor & Qualidade, e que integram a plataforma de rastreabilidade para monitoramento da cadeia produtiva.

Em parceria com a Seafood Watch, o Carrefour atua no monitoramento da cadeia e no apoio à pesca sustentável. Até 2022, a meta é que 50% dos peixes disponíveis nas lojas sejam provenientes desse tipo de prática.

Já no que diz respeito ao bem-estar animal, a partir do compromisso anunciado em 2018 – Cage Free – o Grupo Carrefour atua em parceria com a cadeia de produtores para que 100% dos ovos de galinha sejam provenientes de aves criadas livres de gaiolas. Para os itens de Marca Própria, a meta é 2025, e para os demais fornecedores, o objetivo é 2028.”

 

Uma força de peso para que possamos revolucionar a forma como alimentamos o mundo!