Empresas de alimentos e bebidas miram no contexto de ‘happy hour’


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Algumas startups têm se empenhado para impulsionar produtos voltados ao chamado happy hour. Aquele momento, após o expediente de trabalho, quando os amigos se encontram para beber uma cerveja ou um café e conversar sobre o dia.

Esse momento de descontração pós trabalho se transformou numa oportunidade para muitas marcas de álcool. No mercado norte americano, por exemplo, podemos encontrar bebidas com infusão de cannabis, “curas” para ressaca e drinks sem álcool. O uso de cannabis em produtos alimentícios e bebidas não é novidade por lá, visto que a substância é legalizada para uso recreativo em muitas estados.

Fonte: NextPittsburgh.com

Já vimos marcas como a Rebel Coast Winery, que lançou um vinho sauvignon blanc com presença de THC (princípio psicoativo da cannabis) e livre de álcool, e planejava lançar um vinho estilo rosé e um espumante – também a presença de maconha. Outro intuito da startup californiana era lançar um vinho contendo apenas o canabidiol (CBD), substância benéfica para a saúde e sem efeitos psicoativos.

Outro exemplo de bebidas inovadoras sendo lançadas no mercado, a marca italiana de cervejas, Peroni, lançou uma cerveja com sabor citrus especialmente para seus consumidores que gostam de beber no começo da noite. Algumas empresas também têm investido nos serviços de entrega e subscrição, facilitando o acesso dos consumidores à suas bebidas favoritas.

O site CB Insights identificou pelo menos 56 startups da área de alimentos e bebidas que têm se lançado no mercado como aliadas do happy hour. Organizadas em dez categorias como Destilados Artesanais, Bebidas com infusão de cannabis, Bar Tech, Serviços de Delivery, entre outras.

Uma das categorias, denominada Soluções para Ressaca, retoma um assunto também já explorado na Food Ventures. Assim como a One More Balance Drink, que oferece uma bebida composta de vitaminas e sais minerais que ajudam a recompor o organismo após estragos do álcool, outras marcas como a Thrive+ e a Morning Recovery, investem em ciência e tecnologia para adentrarem cada vez mais o mercado inovador foodtech.

 

 

Veja o mapa completo das startups no site da CB Insights.

 

 

 

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.