Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor de olho nas propagandas de alimentos


Extra Information

Tradução Letícia Fernandes

 

Em matéria da Food Navigator – LATAM, a redação foi a fundo para denunciar as falsas propagandas nas embalagens de alimentos e contou como o IDEC tem ajudado nessa missão aqui no Brasil.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor – IDEC, lançou uma plataforma que permite ao público identificar propagandas de alimentos que sejam “enganosas” ou “abusivas”.

A plataforma é um site, Observatório de Publicidade de Alimentos (OPA), e nele as pessoas podem apresentar exemplos de propagandas que viram na televisão, rádio, internet, outdoors, rótulos de produtos, etc, que estejam em desacordo com o Código de Defesa do Consumidor.

Um comitê de advogados, nutricionistas e outros especialistas irão analisar todas as denúncias que foram submetidas através do OPA e determinar se seguirão com as devidas medidas judiciais.

Segundo um guia alimentar publicado pelo nosso Ministro da Saúde, mais de dois terços das propagandas de alimentos e bebidas que vemos na televisão são de produtos ultra processados, com alto teor de sal e açúcar e pobres em nutrientes.

O IDEC diz que o marketing da indústria de alimentos faz com que os consumidores, especialmente crianças e adolescentes, acreditarem que os produtos são mais saudáveis do que realmente são.

A plataforma OPA foi lançada pelo IDEC com o suporte de outras associações, incluindo ACT Health Promotion, Aliança pela Alimentação Saudável e Adequada, IBFAN Brasil (Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar) e o departamento de nutrição e pesquisa em produtos alimentícios da Universidade Federal de Santa Catarina.

 

Gostaria de se aprofundar nos assuntos? Abaixo disponibilizamos links para leitura complementar!

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.