“Língua artificial” pode identificar se whisky é falsificado


Extra Information

Por New Scientist staff and Press Association

Tradução de Letícia Fernandes

 

Uma língua artificial pode testar diferenças sutis entre doses de whisky e um dia poderá ajudar a derrubar o comércio ilegal de bebidas falsificadas.

A tecnologia é capaz de captar as diferenças em bebidas da mesma marca que foram envelhecidas em diferentes barris, com mais de 99% de exatidão – é capaz de diferenciar alguns que foram envelhecidos por 12, 15 e 18 anos, inclusive.

“Nós chamamos de língua artificial pois age da mesma forma que uma língua humana – como nós, não é capaz de identificar os químicos específicos que fazem o café ter o sabor diferente de um suco de maçã, mas pode facilmente dizer a diferença entre essas complexas misturas de químicos”, diz Alasdair Clark da Universidade de Glasgow.

A língua tem duas “papilas gustativas” de metal diferentes, que fornecem mais informações sobre cada amostra e permite uma resposta mais rápida e precisa. Quando o líquido é colocado nos metais, medindo como eles absorvem luz, revela-se algumas de suas propriedades.

Clark e seus colegas usaram a “língua” para testar uma seleção de whiskies de Glenfiddich, Glen Marnoch e Laphroaig.

“Por mais que tenhamos focado no whisky para esse experimento, a língua artificial pode ser utilizada para qualquer líquido, o que significa que pode ser usada em uma grande variedade de aplicações”, diz Clark.

Além de identificar bebidas falsificadas, pode ser utilizada no ramo de segurança alimentar e controle de qualidade.

Outras técnicas existem para a análise de líquidos, sendo a mais comum uma que envolve analisar o peso das moléculas constituintes. Outra língua sintética desenvolvida em 2017 usa 22 corantes florescentes e analise como eles afetam a claridade em um líquido.

 

Abaixo disponibilizamos links para leitura complementar. Confira:

 

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.