NotCo chega ao Brasil com seus produtos ‘plant-based’


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

É extremamente gratificante quando falamos de uma empresa e vemos que ela chegou no mercado de alimentos brasileiro! É o que aconteceu com a startup chilena NotCo – empresa que conquistou o CEO da Amazon, Jeff Bezos.

A NotCo obteve um investimento de 30 milhões de dólares de nomes como Bezos no início de março. Nada mal para uma representante da América Latina!

Como já vimos aqui no site, a NotCo é ainda uma empresa nova e pequena, que tem produtos voltados para o mercado vegetariano/vegano/plant-based, ou seja, não utilizam ingredientes de origem animal.

A escolha do nome é justamente para chamar atenção: NotMilk, NotMayo, NotYogurt e NotCheese. Não é leite, não é maionese, não é iogurte e não é queijo; não tem ovos ou leite de vaca.

Apesar do Brasil ser um dos cinco maiores produtores de carne do mundo, ao lado de China, Estados Unidos, União Europeia e Rússia, é importante que a mentalidade plant-based chegue por aqui. A produção de carne e a pecuária são prejudiciais ao meio ambiente, ocupando terras, degradando a vegetação e gerando desperdício de água e poluição.

Outro diferencial da NotCo que também pode servir de inspiração e exemplo, é o uso de inteligência artificial e técnicas de programação. Tendo um algoritmo único, nomeado de Giuseppe, a The Not Company utiliza-se de machine learning e coleção de dados.

Giuseppe, o robô, analisa alimentos em nível estrutural e cruza informações de tabelas nutricionais, revistas científicas e os próprios testes em laboratório da startup chilena. Segundo o cofundador da NotCo, Matias Muchnick, o algoritmo foi criado para que possamos entender melhor como o cérebro funciona quando experimentamos alimentos salgados, doces, amargos ou azedos.

Os dados coletados através desse algoritmo ajudam a empresa a replicar sabores, texturas e consistências dos produtos de origem animal nos produtos plant-based. Genial!

Segundo informações da Exame, a empresa chega ao Brasil agora em abril, pelo Grupo Pão de Açúcar. A maionese vegana deve ser lançada em 190 lojas pelo país, custando aproximadamente 10 reais por uma embalagem de 350 gramas.

Os planos da NotCo para o Brasil não se restringem a introdução de produtos. Até 2020, a startup espera firmar parcerias e ter uma indústria próxima à cidade de São Paulo, produzindo suas comidas veganas localmente e tornando o Brasil o maior mercado da NotCo nas Américas.

Ainda segundo informações da Exame,”os próximos destinos da NotCo serão Argentina em México. Em 2020, será a vez dos Estados Unidos. O primeiro cliente da startup chilena por lá é a gigante de tecnologia Google, em acordo de food service já firmado”.

Vai, mundo!

 

Gostaria de se aprofundar nos assuntos? Abaixo disponibilizamos links para leitura complementar!

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.