O programa de ‘chocolate sustentável’ da Puratos


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Antes de falarmos do programa para a produção de chocolate sustentável, vamos conhecer “a mente” inovadora por trás disso. O grupo Puratos é um grupo internacional que oferece uma extensa quantidade de produtos inovadores, materiais crus e aplicações especializadas em panificação, confeitaria e chocolate.

A sede da Puratos fica na Bélgica mas seus produtos estão disponíveis em mais de 100 países, inclusive o Brasil, e, muitas vezes, são produzidos pelas subsedes locais. Sua missão é fornecer alimentos saborosos e nutritivos às comunidades locais.

Foi pensando nessa missão que o programa Cacao-Trace foi criado. Numa tradução livre que significa “rastreando o cacau”, o programa visa redefinir a produção tradicional de chocolate por uma que seja mais sustentável. Além da preocupação de produzir um chocolate gostoso, o programa também melhorar a qualidade de vida dos fazendeiros de cacau.

Enquanto a indústria foca em aumentar a quantidade de sementes secas de cacau, o programa Cacao-Trace coleta os grãos mais frescos e controla o seu processo natural de fermentação através de “laboratórios” pós-colheita, onde deixam os grãos se desenvolverem da melhor forma possível, mantendo seu sabor original.

Todo o processo é monitorado e a fermentação é adaptada segundo a melhor sequência, tempo, umidade e temperatura. Esse nível de controle permite que a produção obtenha sabores e combinações específicas, conforme desejado. Sabores diferentes de chocolate são produzidor a partir das mesmas sementes. Legal!

A parte sustentável do programa é certificada pelo treinamento em campo, preços justos e diversidade na produção e renda dos fazendeiros. Hoje o programa está em 5 países conhecidos pela produção de cacau: Costa do Marfim, Vietnã, Filipinas, Papua Nova Guiné e México. Será que teremos no Brasil num futuro próximo?

 

Fonte: Food in Canada