Os investimentos da Nestlé nas tendências alimentícias atuais – inovação, saúde e sustentabilidade


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Sim, essa será uma matéria de apreciação à Nestlé. A gigante transnacional suíça do setor de alimentos e bebidas tem sido notícia constantemente por conta de seus investimentos em inovações e projetos que atendem às novas demandas dos consumidores.

Seja lançando lojas físicas com produtos próprios no Brasil ou inventando hambúrgueres plant-based, o fato é que a Nestlé está totalmente atenta às tendências.

Com a onda dos produtos com proteínas à base de plantas, muitos nomes big food vêm se empenhando para se adaptarem à essa nova realidade. No começo de 2019 noticiamos que a Nestlé lançaria um hambúrguer vegetariano chamado de Incredible Burguer; um produto feito de soja e proteína de trigo e que faria parte de sua linha Garden Gourmet.

The Garden Gourmet Incredible Burger foi lançado na Europa em abril, em países como Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Holanda, Noruega e Suécia. Além da soja e proteína de trigo, sua composição tem extratos de vegetais, como beterraba, cenoura e pimentão.

Já nos Estados Unidos, onde existem muitas empresas testando produtos à base de vegetais, a Nestlé anunciou no último mês que lançaria um hambúrguer plant-based sob o nome da marca Sweet Earth. Chamado de Awesome Burger, ele será comercializado fresco e juntamente aos outros produtos vegetarianos da Sweet Earth já vendidos hoje nos mercados.

Além da tendência de alternativas à proteína animal, também podemos dizer que a Nestlé tem prestado atenção na nova onda saudável mundial. Como vemos constantemente aqui no site, os consumidores atuais têm priorizado os alimentos naturais, pouco ou nada processados e com alternativas ao açúcar e conservantes artificiais, por exemplo.

Nesse quesito, a Nestlé Brasil vem ampliando seus esforços para introduzir mais produtos naturais e orgânicos no Brasil, seu quarto maior mercado mundial, como parte de uma iniciativa mais ampla nas Américas para cortar açúcar, sódio e gorduras saturadas de seus alimentos, segundo informações da Época Negócios.

Estima-se que a Nestlé Brasil destinou R$ 400 milhões para inovação nos últimos cinco anos, inclusive, abrindo um novo laboratório de garantia de qualidade e lançando sua primeira linha de alimentos orgânicos no país.

Os esforços da Nestlé já permitiram ao grupo cortar mais de 14 mil toneladas de açúcar, 5 mil toneladas de gorduras saturadas e 300 toneladas de sódio do processo de fabricação no Brasil desde 2014, afirmou o vice-presidente de Marketing e Comunicação da Nestlé Brasil, Frank Pflaumer, ao site da Época.

Além disso, a empresa viu que parcerias com universidades e startups podem gerar ideias e soluções inovadoras. Seja conhecendo novos projetos dentro das instituições de ensino e incorporando às suas atividades, seja apoiando projetos, a verdade é que a Nestlé disponibiliza do apoio de seus profissionais e seu conhecimento em áreas específicas e, se for necessário, profissionais externos serão chamados para ajudar a tirar as ideias do papel.

Abaixo disponibilizamos links para leitura complementar com mais projetos inovadores da Nestlé em relação às novas tendências – saúde, sustentabilidade, meio ambiente, etc. Confira:

 

 

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.