Qual o futuro para a tecnologia e inovação em alimentos? (Parte 2)


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

E continuando nossa matéria de ontem, quais serão as outras previsões que Alex Yancher, fundador da Pantry, tem para a indústria de alimentos? Pois além da onda das compras de supermercado online, ele mostra que os restaurantes online também podem se tornar “a” solução.

A indústria de restaurante sempre pertenceu tradicionalmente aos donos dos estabelecimentos. No entanto, alguns dos nomes mais populares do norte da Califórnia pertencem a empresários da área da tecnologia. Uma porção significativa dos negócios envolvendo alimentos foi tomada pelo delivery, graças à difusão do smartphone.

Por esse motivo, a nova habilidade solicitada para atrair consumidores mudou de ‘escolher uma boa localização que agrade o senso comum’ para ‘ter competência com marketing online e design de aplicativos para celular’, o que já é bem mais específico e trabalhoso.

No ramo de restaurantes, um dos fatores mais importantes para o sucesso é o local. Existe uma analogia online para os benefícios de um bom local: muitas visualizações nas páginas ou aplicativos. “Comprar cliques” é o equivalente a alugar outdoors que direcionem os motoristas para os restaurantes. Os restaurantes virtuais criados a partir de investimentos de risco podem contratar hackers e combinar estratégias, mas os donos de restaurante tradicionais não têm esse conhecimento sobre o assunto – ou o capital para terceirizar.

Como o local não é mais visto como produto ou pré-requisito para vender, os estabelecimentos deverão rebaixar seu cálculo ROI (return on investment), métrica importante para empreendedores, como se fosse outra despesa de marketing qualquer. Ao longo do tempo, donos de restaurante descobriram ser mais vantajoso se especializar em um cozinha, e isso não muda no que diz respeito aos restaurantes online.

No meio de tantas inovação, o novo modelo de restaurantes online traz vantagens estruturais na competição com os serviços de delivery de comida. Um restaurante que é focado apenas na cozinha e na comida, em vez de focar no público ou em entregas, pode ser excelente – já que boa comida é tudo o que os consumidores pedem.

 

Fonte: Plug and Play