Retrospectiva Food Ventures 2018


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Ontem vimos uma retrospectiva de tudo o que rolou sobre bebidas alcoólicas  no site da Food Ventures durante o ano de 2018, e hoje, seguimos com um tema que, como não podia deixar de ser, foi muito recorrente: a saúde.

A preocupação do consumidor e a consequente demanda por produtos saudáveis, foram algumas das principais inspirações para que a indústria de alimento renovasse – e inovasse – em seu portfólio, e também para que novas empresas surgissem com esse propósito.

Teve preocupação em reduzir o consumo de açúcar no Brasil – e no mundo. Seja através de substitutivos como a fruta-dos-monges ou a stevia, seja através de adoçantes artificiais ou produzindo ketchup orgânico, a verdade é que o açúcar se tornou um grande inimigo de quem se preocupada com a saúde.

Além do açúcar, outro hábito alimentar que parece estar sofrendo uma grande redução a cada ano que passa é o hábito de comer carne. Vimos inúmeras empresas que vêm investindo em alimentos plant-based/veganos/vegetarianos. No Brasil, vimos que há uma grande parcela de consumidores se unindo a esse movimento – consumo de glúten e lactose caiu consideravelmente.

Teve startup chilena que está fazendo sucesso com seus iogurtes veganos, teve a Mun Artesanal introduzindo o tempê no Brasil, teve a popular marca de maioneses, Hellmann’s, introduzindo sua maionese plant-based no mercado e também a JUST levando seu ‘ovo vegano’ para as prateleiras dos supermercados norte americanos.

Teve a Beyond Meat dando mais um enorme salto em direção à popularidade dos produtos plant-based, ao fazer sua primeira abertura de capital na bolsa de valores. Teve também o O The Good Food Institute com uma pesquisa para entender melhor os hábitos de consumo dos brasileiros em
relação aos alimentos de origem vegetal.

Além disso, fomos introduzidos para novos ingredientes e tendências alimentícias, como a aquafaba (derivada do grão-de-bico e utilizada de várias formas na culinária), os alimentos com colágeno (gelatinas e aperitivos) e também as bebidas probióticas e fermentadas.

Qual foi sua tendência saudável favorita? Conte para a gente!