Retrospectiva Food Ventures 2018


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Agora que o Natal já passou e aguardamos ansiosamente o Ano Novo, vamos relembrar algumas matérias que postamos durante o ano de 2018 no site da Food Ventures.

 

No que diz respeito às bebidas alcoólicas, por exemplo, vimos que há muita produção de cerveja artesanal no Brasil e que há uma indústria empenhada em inovar, entre outras coisas.

Em março de 2018 falamos sobre  a Bier Hub, primeira aceleradora de cervejarias artesanais no Brasil, e também sobre o Peer2Beer, aplicativo que pretende conectar homebrewers, ou seja, produtores de cerveja artesanal/caseira (também chamados de “panelinha”), aos especialistas em cerveja.

Já em maio, foi a vez de mostrar uma produção de gim brasileira! Virga é o gim fabricado em Pirassununga, interior de São Paulo e que tem como diferencial sua conservação em alambiques de cachaça, seu estilo seco e sem açúcar, chamado de ‘London Dry Gin’, e o uso de especiarias e frutas nativas brasileiras, como caju, imbiriba, puxuri, etc.

Em agosto, informamos sobre a inauguração do Centro de Inovação da Cervejaria Ambev. Localizado no Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro, ele vise desenvolver novas cervejas, receitas, embalagens e outras bebidas.

Em Setembro vimos o maior e-commerce de vinhos da América Latina, chamado WINE. Fundada pelo brasileiro Rogério Salume, a empresa se baseia em clubes de assinatura como o da Amazon Prime, além de oferecer um serviço de qualidade e uma ampla seleção de rótulos.

No mês seguinte, Outubro, o Brasil conquistou o segundo lugar no ranking de mercado mais inovativo para cervejas artesanais. Não era surpresa! Nosso país vem gerando concorrência para as grandes cervejarias e ampliando as opções de cerveja no mercado, seguindo o exemplo do líder no ranking: Estados Unidos.

Para finalizar o ano, mais uma notícia boa para o Brasil! Após alguns anos produzindo cachaças de luxo em seu alambique no interior de São Paulo, o empresário e ex-presidente da Nestlé Brasil, Ivan Zurita, tem planos de expansão da sua Cachaça do Barão. Como? Produzindo rum e gim também.

 

Deu para ver que o ano foi movimentado para o setor de bebidas alcoólicas, especialmente no Brasil. Amanhã tem mais com outro segmento que foi tendência esse ano por aqui!