Reverse Delivery: revolucionando a forma como alimentamos o mundo (também)


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Aqui na Food Ventures nosso lema é “transformar a forma como alimentamos o mundo através da paixão por inovação” e, desde que surgimos, há mais de um ano atrás, temos divulgado notícias sobre produtos ou empresas que se encaixam perfeitamente neste lema.

Seja inovando no reaproveitamento de alimentos, criando embalagens biodegradáveis ou utilizando a tecnologia para que a comida chegue a todos, vimos muitos exemplos que nos dão esperança de um mundo diferente.

Pequenas revoluções são importantes e podem mudar o micro-mundo de uma pessoa. O Reverse Delivery, por exemplo, uniu o útil ao solidário: ao pedir comida, você também pode doar um alimento. Em cidades como São Paulo, cerca de 50 mil pessoas pedem delivery de comida todos os dias, imaginem quantos alimentos podem ser arrecadados e doados?

A ONG Banco de Alimentos, em parceria com a Agência Grey, criou um “sistema” que permite doar alimentos quando pedimos entrega de comida. O cliente deve pedir por uma entrega de um dos restaurantes parceiros da iniciativa (veja no site) e será questionado sobre a possibilidade de doar alimentos para a ONG, caso confirmado,a própria ONG faz a coleta e realiza a distribuição.

Fonte: Hypeness

Segundo informações da Hypeness, uma mochila especial foi desenvolvida, para que os entregadores retornem aos restaurantes não com a mochila vazia, mas sim repleta de alimentos a serem doados.

Se você é dono de um restaurante com serviço delivery e gostaria de participar do projeto, baixe as regras do projeto no site e cadastre seu estabelecimento! O restaurante ganha adesivos especiais que permitirão comprovar a doação dos alimentos para as instituições, além de mostrar que o estabelecimento orgulhosamente coloca comida no prato de milhares de pessoas carentes através deste gesto.

Pequenos gestos: grandes consequências!

 

Gostaria de se aprofundar nos assuntos? Abaixo disponibilizamos links para leitura complementar!

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.