Uma máquina de venda automática pode preparar seu smoothie de preferência – fresco e na hora!


Extra Information

Por Letícia Fernandes

 

Máquina de venda automática, as vending machines, que preparam sua bebida na hora. Seria possível?

Não só é possível, como você pode encontrá-las – pelo menos na Bélgica. As vending machines da Alberts são robôs coloridos e modernos, com a frente transparente para que o consumidor possa ver as frutas e vegetais frescos que serão usados na preparação do smoothie.

A máquina não tem iogurte, leite, sucos ou outras bebidas com adição de açúcar.

Por que o nome é Alberts? O co-fundador e CTO, Glenn Mathijssen, explicar que a empresa tenta trazer soluções inteligentes para o mercado, o que os fizeram pensar no gênio Albert Einstein e sua icônica foto com a língua de fora.

A ideia pode explicar melhor o conceito moderno e jovem que a empresa tenta passar.

Fonte: VMT

A vending machine robótica da Alberts não se assemelha a nenhuma outra no mercado: o consumidor pode consultar os 6 menus disponíveis ou customizar a bebida através de seu aplicativo. Usando um QR Code presente no app, o consumidor pode, por exemplo, escolher se quer mais manga, menos banana ou mais vitamina C em seus smoothies.

O QR Code facilita o reconhecimento do consumidor, podendo guardar suas escolhas de preferência para a próxima vez que for utilizar a máquina. Genial!

Cada smoothie custa em torno de 3 euros e o consumidor pode pagar com o cartão de crédito ou através do aplicativo. Além disso, os usuários podem sincronizar seus calendários com o sistema, permitindo que o app saiba se o consumidor acabou de se exercitar e precisa de uma bebida.

O nível de inteligência artificial pode chegar ao ponto de as Smoothie Stations se conectarem aos smartphones dos usuários e terem todas as informações: quem eles são, as atividades realizadas, etc. A privacidade também será levada em consideração. Será? Fiquemos de olho.

 

Fonte: The Spoon – Tech

 

Gostaria de se aprofundar nos assuntos? Abaixo disponibilizamos links para leitura complementar!

Estamos sempre buscando tendências sobre a revolução na cadeia de alimentos. Conhece alguma? Quer saber mais? Entre em contato.