Chocolate: tendências e inovações

Dando continuidade a nossa parceria com o GEPEA, no texto desta semana, falaremos sobre as inovações e tendências no mercado de chocolate. O texto da semana anterior foi sobre o Chocolate e sua Indústria. Com isso, finalizamos o os textos do mês de abril e a temática de chocolate e cacau, em homenagem à páscoa.

A parceria entre o GEPEA e a Food Ventures visa criar um conteúdo rico. O intuito é trazer a visão de negócios da Food Ventures em conjunto com a visão acadêmica da Empresa Júnior.

Aproveite a leitura!


Tendências visualizadas em 2020

O mercado de chocolates tem apresentado significativas mudanças nos últimos anos e, em 2020, algumas ficaram mais explícitas em decorrência da pandemia. Segundo a confeiteira e empresária Anna Corinna muitos avanços bons e reinvenções ocorreram.

Para a profissional da área, destacam-se alguns insights sobre o mercado atual e suas tendências. Por exemplo, o investimento em vender online e pronta entrega. Nesse tipo de investimento, o comerciante coloca seu produto em suas redes sociais e faz propaganda após pré-produzir uma pequena quantidade. Anteriomente, os modelos de produção mais comuns eram por demanda.

Do mesmo modo, o setor já vinha se preparando para uma inserção maior no mercado online, mas não na velocidade em que aconteceu. Por exemplo, ano passado a venda de combos de produtos para festas pequenas que estão ocorrendo em escala doméstica se destacou. Além disso, as entregas de chocolates em datas comemorativas, via delivery, também foram representativas.


Leia também: Tendências para o mercado de alimentos em 2021


Impactos positivos gerados pela pandemia

Mesmo em meio à crise econômica gerada pela pandemia da covid-19, o chocolate apresentou crescimento de 51% em vendas segundo estudo do CLab, laboratório interno de pesquisas da Nestlé. Além disso, o estudo também revelou que a compra do chocolate é, incluindo ovos de páscoa, planejada por 70% dos consumidores atualmente. Antes da pandemia, a compra era tida como impulso ou como presente.

O motivo para o aumento das vendas está entrelaçado com os impactos da quarentena, que fez com que o consumidor procurasse conforto emocional.O impulso de usar o doce como escape foi tão significativo que trouxe um marco importante para o mercado.

Segundo pesquisa do Instituto Kantar, encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (ABICAB), a taxa de penetração da categoria de chocolates nos lares brasileiros foi de 90,1% em 2020.


Novidades do setor

A marca Dengo, tem o propósito de contribuir para que produtores vivam bem em suas terras e na conservação das florestas. Além disso, a marca também quer promover culturas e reforçar os laços do brasileiro com sua história. Com isso, a marca tem apresentado produtos inovadores em suas lojas. Por exemplo, um produto inovador comercializado pela marca é o mel de cacau. Ele é extraído na hora da quebra do cacau e, após o processamento, se torna uma bebida doce e singular.

Fonte: https://dengo.com/produtos

Além disso, a marca Goldko, possui uma pegada mais fitness e é outro exemplo de empresas que vem apresentando grandes novidades. Com chocolates sem açúcar, o objetivo da marca é construir com os consumidores uma rotina saudável e balanceada com chocolate de verdade.

A linha vegana da GoldKo são feitos com muito cacau, com versões ao leite de coco e leite de arroz, enaltecendo a textura cremosa. Tem opções de chocolates veganos feitos sem leite (70% e 80% cacau) e outras versões com leite vegetal (47% e 60% cacau). Os chocolates à base de leite vegetal, completamente plant based, são feitos de leite de coco e leite de arroz, ou seja, sem leite de origem animal, zero adição de açúcares e sem glúten.


Leia também: Mercado de alimentos vegano e vegetariano e suas tendências


Fonte: https://www.goldko.com.br/combo-5-unidades-tabletes-60–cacau-ao-leite-de-coco-zero-adicao-de-acucares-%E2%80%93-20g/p

Acesse nossas redes sociais para mais informações e não perca o webinar no fim do mês sobre esse tema!


Gostou de saber mais sobre o mercado de chocolates? Desenvolve ou quer desenvolver algum produto nessa área? Tem alguma empresa que trabalhe com isso? Entre em contato conosco para conversar e trocar experiências, e saber mais sobre nossos serviços e como podemos o ajudar.