Por que é importante investir em inovação na indústria de alimentos?

Em tempos de forte competitividade, inovar se tornou uma estratégia fundamental para qualquer organização que almeja ter bons resultados. Os avanços acelerados da tecnologia trouxeram novas formas de produzir e se relacionar com o cliente, abrindo um leque de oportunidades até mesmo para pequenas empresas. Nesse sentido, a inovação na indústria de alimentos se tornou questão de sobrevivência no mercado.

Porém, o assunto traz consigo algumas dúvidas. Afinal, qual é o papel que a inovação desempenha no setor alimentício atualmente? Como o cenário vem se transformando? O que esperar do futuro? Como agir estrategicamente para conquistar o consumidor?

Criamos este post para esclarecer essas e outras questões. Confira!

As transformações mais recentes do setor alimentício

Por muitas décadas, o principal foco da indústria de alimentos foi a expansão da sua capacidade produtiva e, posteriormente, a inovação por meio da diversificação. Em outras palavras, foram décadas nas quais inovar estava mais relacionado à criação de produtos ou variações dos existentes — novos sabores, extensão da vida útil, embalagens mais eficientes etc.

Entretanto, a transformação digital e outras mudanças sociais trouxeram novas demandas para esse mercado. Atualmente, não basta oferecer novidade, mas compreender as necessidades de um novo perfil de consumidor cada vez mais plural e disponibilizar soluções para cada caso.

Nesse sentido, as novas tecnologias deram às pequenas startups um poder de atuação disruptiva muito maior. Esses pequenos negócios podem tirar proveito de ingredientes alternativos para oferecer um produto único, atingindo um nicho específico que nem sempre é identificado por grandes empresas.

Um ponto essencial dessa discussão é o fato de que o consumidor de hoje é muito mais exigente. Além de ter suas próprias demandas, ele sabe que a concorrência trabalha a seu favor — pode escolher entre cada vez mais opções, por isso, busca algo cada vez mais personalizado.

Então, é crucial ter em mente que, hoje, a inovação na indústria de alimentos significa, em primeiro lugar, entender a pessoa que consome seus produtos.

As preferências das novas gerações de consumidores

Uma estratégia eficiente para atuar com base nas demandas do consumidor é a realização de um mapeamento de tendências. Essa é uma ferramenta essencial para qualquer empresa, mesmo as que já têm sucesso no mercado e um bom público. Afinal, o que temos visto nas últimas três décadas são pessoas que mudam de comportamento em menor tempo e, com isso, modificam também seus hábitos de consumo.

Um bom exemplo disso é uma das principais tendências da sociedade atual: os cuidados com a saúde.

Alimentação saudável

Os dados de uma pesquisa recente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) indicam que ao menos 80% dos brasileiros tentam ter uma alimentação saudável. Além disso, 71% dos entrevistados afirmaram que tendem a comprar produtos que atendem a essa demanda, mesmo que custem um pouco mais caro.

Essa tendência está entre as mais relevantes da sociedade na qual vivemos atualmente, tanto que afeta muitos outros mercados, direta ou indiretamente. A busca por um estilo de vida mais saudável passa pela alimentação e, consequentemente, esse critério ganha mais relevância na hora de comprar alimentos.

Vale destacar que esse é um dos mercados onde as pequenas empresas mais crescem. Como mencionamos, isso se deve à sua facilidade de investir em ingredientes alternativos, mais naturais e saudáveis. Porém, a indústria como um todo já está assimilando a ideia e buscando formas de fidelizar esse consumidor.

Transparência e consumo consciente

Outros fatores a serem considerados são, por exemplo, a responsabilidade socioambiental por trás do modo de produção. Um impacto prático dessa demanda é a própria embalagem. Hoje, os consumidores dão preferência para produtos com rótulos mais limpos e informações claras.

Resumidamente, o que eles buscam é um consumo mais consciente: alimentos saudáveis e produzidos com o menor impacto ambiental possível. Prova disso é o aumento da procura por produtos premium e embalagens biodegradáveis ou recicláveis.

O apoio a causas sociais se soma à lista de principais tendências dos novos consumidores. Grosso modo, as empresas de maior sucesso são as que oferecem uma experiência totalmente nova, indo além do consumo do produto.

Assim como aconteceu em outros setores, a marca dos alimentos passou a trazer consigo uma mensagem ainda mais forte. Não se trata apenas do produto consumido, mas de tudo o que aquela empresa representa. Por isso, a inovação deve estar presente nas organizações para acompanhar as novas demandas.

A inovação vai além do produto

Um erro muito comum entre empresas que tentam inovar é investir exclusivamente em novas roupagens para seus produtos, ou mesmo na criação de algo novo. O que elas deixam passar é que essa mensagem trazida pela marca vai além do alimento oferecido — ela está relacionada também aos processos de produção.

É necessário ter em mente que a inovação pode ocorrer, de modo mais amplo, em dois pontos: no produto ou na produção. Em outras palavras, você pode:

  1. criar ou reformular receitas — buscar alternativas para o açúcar, gorduras trans, sódio etc., além de opções vegetarianas e veganas para produtos que originalmente incluem carnes e derivados;

  2. otimizar a produção — renovar os equipamentos, melhorar processos, adotar ingredientes naturais e não industrializados etc.

Por fim, tenha em mente que a própria transformação digital traz uma série de impactos para o mercado como um todo. Para alcançar seus clientes, por exemplo, é preciso considerar que as novas gerações se caracterizam cada vez mais como consumidores digitais.

Isso significa que, mesmo no setor alimentício, é crescente o número de compras online. Logo, tão importante quanto inovar nos seus processos produtivos é se colocar à disposição nos canais de atendimento corretos. A adoção de uma plataforma e-commerce é um bom exemplo disso.

Seguindo a tendência dos Estados Unidos e da Europa, o delivery vem crescendo em toda a América Latina. As próprias geladeiras inteligentes (smart fridges), que são sucesso lá fora, já estão chegando no Brasil. Os sinais são muito claros: o mercado digital tende a continuar crescendo e criando oportunidades.

Como você pôde ver, o papel da inovação na indústria de alimentos é de protagonismo. Quem investe com inteligência pode fidelizar clientes e ganhar cada vez mais espaço no mercado. Por isso, vale a pena identificar as demandas do seu consumidor e criar uma estratégia de sucesso!

Se quer saber como sua empresa pode colocar esse plano em prática, entre em contato com a Food Ventures e fale com quem é especialista no assunto!

Política de Troca, Entrega e Reembolso

Nossos Produtos são digitais e entregues de acordo com cada um dos planos.

Entrega: toda quarta newsletter free e toda segunda Mapa Startups

 

O reembolso do pagamento é feito apenas no prazo de teste grátis

 

Mais informações no e-mail de contato.
 

DADOS E CONTATO

Tel: (11) 99232-6210

Email:  info@foodventures.com.br

Food Ventures Consultoria em Inovações Ltda

CNPJ: 28.768.322/0001-02

Campinas , SP - Brasil

SIGA-NOS

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest

© 2020 por FoodVentures