Unilever abre Centro de Inovação para Alimentos milionário

A Unilever investiu cerca de 85 milhões de euros em um novo centro de inovação na Holanda. A missão é abordar os desafios globais presentes no ecossistema de alimentos e bebidas.

Localizado no campus da Universidade de Wageningen University, um hub de pesquisas em “agri-food”, o centro foi nomeado de Hive por conta de sua localização – entre instalações de pesquisa acadêmica, startups e parcerias externas.

A partir do Hive, a Unilever vai levar seus programas globais de inovação no ramo de alimentos para marcas conhecidas, como Knorr, Hellmann’s, The Vegetarian Butcher and Calvė.

As áreas de pesquisa incluem: ingredientes plant-based e alternativas à carne, colheitas eficientes, embalagens sustentáveis e alimentos nutritivos.

“Precisamos de uma transformação fundamental no sistema alimentício se quisermos alimentar mais de 9 bilhões de pessoas de maneira nutritiva e sustentável”, disse Alan Jope, CEO da Unilever.

“Mal-nutrição, obesidade, mudanças climáticas e desperdício de alimentos são temas que só podem ser abordados se trabalharmos em parceria com o avanço tecnológico e inovativo. Ter uma pesquisa global e um desenvolvimento no centro de Wageningen nos permitirá isso.”

A área de Wageningen foi apelidada de Food Valley – como o Silicon Valley – em reconhecimento pelo grande avanço na área de agri-food e tecnologia que tem sido gerado por startups, institutos científicos, ONGS e empresas presentes no local.

Tradução de matéria do site FoodBev.